Ata da Sessão 1349ª (Milésima Trecentésima Quadragésima Nona) Sessão Ordinária da 14ª Legislatura da Câmara Municipal de Sete Barras, Estado de São Paulo, realizada aos 28 (vinte e oito) dias do mês de março de dois mil e dezessete, na sede desta Edilidade, sito à Rua São Jorge, nº 100, Vila Ipiranga, neste Município. Sob a Presidência do Senhor Presidente Vereador Renan Fudalli Martins, pelo Vereador Emerson Ramos de Morais - Primeiro Secretário e pelo Vereador Robson de Sá Leite - Segundo Secretário. Leitura do Salmo da Bíblia: Iniciando esta Sessão, O Presidente solicitou ao vereador Robson de Sá Leite que fosse a Tribuna Livre e fizesse a Leitura do Salmo nº 08 da Bíblia Sagrada. Todos ficaram em pé para leitura da Palavra. O Presidente solicitou ao Vereador Robson de Sá Leite - Segundo Secretário que fizesse a Chamada dos Vereadores, constatando-se as seguintes presenças: Ademar Miashita, Claudemir José Marques, Edson de Lara, Emerson Ramos de Morais, Fabiano Nabor de Almeida, Ítalo Donizeth Costa Roberto, Renan Fudalli Martins, Roberto Aparecido Pedro e Robson de Sá Leite.  Abertura da Sessão: Verificada a existência de número legal de presenças, o Senhor Presidente, com a graça de Deus, declarou aberto os trabalhos da presente Sessão Ordinária. Presidente: Renan Fudalli Martins: Expediente - Recebimento de Projetos: Solicito ao primeiro secretário que faça a leitura da ementa do projeto de lei n. 07/2017. Primeiro Secretário: Emerson Ramos de Morais: Recebimento de Projetos. Projeto de Lei n.º 07/2017 - Autoria: Poder Executivo Municipal. Assunto: “DISPÕE SOBRE ALTERAÇÃO DA REDAÇÃO DO PARAGRAFO 1º E ARTIGO 2º DA LEI MUNICIPAL N.º 1869/2017, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”. Trâmite: Regime Ordinário. Presidente: Renan Fudalli Martins: O presente projeto esta sendo recebido como objeto de deliberação em regime ordinário e aguarda prazo de emendas e o parecer das comissões de mérito. Solicito ao primeiro secretário que faça a leitura da ementa do projeto de lei n. 08/2017. Primeiro Secretário: Emerson Ramos de Morais: Projeto de Lei n.º 08/2017 - Autoria: Poder Executivo Municipal. Assunto: “AUTORIZA O MUNICIPIO DE SETE BARRAS A CELEBRAR CONVÊNIO COM O SANTOS FUTEBOL CLUBE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”. Trâmite: Regime Urgente. Presidente: Renan Fudalli Martins: O presente projeto esta sendo recebido como objeto de deliberação em regime de urgência e aguarda prazo de emendas e o parecer das comissões de mérito. Correspondências. Solicito ao primeiro secretário que faça a leitura das Correspondências oficiais. Comunicado: O Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, comunica a liberação de recursos financeiros à Prefeitura Municipal de Sete Barras: Programa: Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) Valor R$. 3.099,02 – Data Emissão 03/03/2017 – Parcela 001 - Valor R$. 861,55 – Data Emissão 03/03/2017 - Parcela 001 - Ministério da Educação - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - Ministério da Educação. Resposta De Requerimento: Em resposta ao Requerimento n.º 016/2017 do Vereador Ademar Miashita, informamos que esta Administração não realizou certame licitatório com qualquer empresa para transporte de alunos para a faculdade. Em resposta ao Requerimento n.º 003/2017 do Vereador Ademar Miashita, informamos que a Lei do Portal de Transparência só começou a vigorar no ano de 2013, conforme Decreto Estadual nº 59.161/2013, assim, obedecendo ao Decreto, a municipalidade tomou as providências quanto a publicação das informações a partir do exercício de 2013, seguem os links para melhor elucidar o assunto. https: //governo-sp.jusbrasil.com.br/legislação/1034774/decreto-59161-13 - https: //www.planalto.gov.br/ccivil  03/ato2011-2014/2011/lei/112527.htm - https: // www.planalto.gov.br/ccivil 03/leis/lcp131.htm - Em resposta ao Requerimento n.º 002/2017 do Vereador Ademar Miashita, vimos informar o que segue: 1. Quanto aos contratos das empresas envolvidas nas contas “resto a pagar”, estamos encaminhando os documentos em mídia digital, devido a quantidade de cópias e custos para a Prefeitura; 2. Quanto aos comprovantes de pagamento de resto a pagar as empresas, o nobre vereador não mencionou qual período se trata a solicitação; 3. Referente ao Item 3, estamos encaminhando mídia digital dos restos a pagar, tendo em vista que também não é mencionado o período; 4. Quanto ao Item 4, estamos encaminhando relação de obras em andamento, uma vez que na solicitação não consta o período a ser informado; 5. Quando ao Item 5, o Nobre Vereador não elucidou quais seriam esses e para que obra/finalidade, ficando assim prejudicada a informação. DEAN ALVES MARTINS - Prefeito Municipal. Presidente: Renan Fudalli Martins: Indicações. Solicito ao segundo secretário que faça a leitura das Indicações. Secretário vereador Robson de Sá Leite: Boa noite ao Presidente, a mesa, aos nobres vereadores e a população que se faz presente. Indicações: *Indicação n.º 050/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a Manutenção da Quadra do Bairro Barra Ribeirão da Serra (pintura, solda das traves e limpeza em geral). Autoria: ROBERTO APARECIDO PEDRO. *Indicação n.º 051/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a seguinte reivindicação, que seja efetuada a Manutenção e Melhoria (buracos na Rua) na Rua Dr. Aparecido Souza Dias na altura do nº 238, Vila São João. Autoria: ROBERTO APARECIDO PEDRO.*Indicação n.º 054/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto a Elektro Eletricidade e Serviços a manutenção e instalação de luminárias na Rua Francisco Lorena de Souza. Autoria: ÌTALO DONIZETH COSTA ROBERTO. *Indicação n.º 055/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a Aquisição ou manutenção do Placar Eletrônico do Ginásio de Esporte “Sebastião de Souza”. Autoria: ÍTALO DONIZETH COSTA ROBERTO. *Indicação n.º 056/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente na possibilidade de criar um programa na qual de suporte médico e social para os dependentes químicos e moradores de Rua de nossa Cidade. Autoria: ÍTALO DONIZETH COSTA ROBERTO. *Indicação n.º 057/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a recuperação e manutenção dos banheiros públicos do terminal rodoviário e praça da matriz. Autoria: ÍTALO DONIZETH COSTA ROBERTO. Indicação n.º 058/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto a Elektro Eletricidade e Serviços a manutenção e instalação de luminárias na Rua Antônio Teodoro de Souza, altura do nº 542 (em frente à pista de patinação), Jardim Magário. Autoria: EDSON DE LARA. Indicação n.º 059/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a manutenção dos Bancos da Praça do Jardim Magário (pista de patinação). Autoria: EDSON DE LARA. Indicação n.º 060/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto a Elektro Eletricidade e Serviços a manutenção e instalação de luminárias na Rua Projetada, altura do nº 50 (inicio da rua) na Vila Soares. Autoria: EDSON DE LARA. Indicação n.º 061/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a seguinte reivindicação, que seja efetuada a Manutenção e Melhoria na Boca de lobo e colocação de manilhas na Rua Espirito Santo, altura do nº 179, Jardim Magário. Autoria: EDSON DE LARA. Indicação n.º 062/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a seguinte reivindicação, que seja efetuada a Manutenção e Melhoria no Terreno da Prefeitura, localizado na Rua Santo Antônio com final da Rua João Gomes de Lima, na qual tem um Mini Campo de Futebol. Autoria: FABIANO NABOR DE ALMEIDA. Indicação n.º 063/2017 - Indico à Mesa, dispensadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor DEAN ALVES MARTINS, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando que o mesmo viabilize junto ao órgão competente a seguinte reivindicação: retornar o itinerário do ônibus da linha Ipiranga/Nazaré tendo como referencia no seu ponto final, o sítio do Sr. Cesário. Esse carro atualmente sai as 17:20 da rodoviária onde seu destino final é o Bairro Rio Preto. Autoria: ADEMAR MIASHITA. Presidente: Renan Fudalli Martins: A indicação será oficiada conforme indicada. Leitura e Votação de Requerimento: Solicito ao segundo secretário que faça a leitura dos requerimentos. Secretário vereador Robson de Sá Leite: * Requerimento n.º 023/2017 - Considerando, que e estrada Municipal STB – 361 “Vereador Mario Hanashiro (Conchal Branco)”, encontra-se em precárias condições de tráfego, apresentando vários pontos de buracos, erosões lateral, trecho sem asfalto, problemas relacionados à drenagem, etc.. - Considerando ainda que membros de Associação de Bairros, população local, comissão de estradas Municipais e Bananicultores da Região e Câmara Municipal. Requeiro à Mesa, ouvido o douto plenário, observadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor Dean Alves Martins, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando as seguintes informações: Informar referente à recuperação da estrada em questão, caso haja levantamento preliminar? Valores estimados; Prazo previsto para execução da obra de recuperação. Autoria: ADEMAR MIASHITA. Presidente: Renan Fudalli Martins: Coloco o requerimento em discussão. Com a palavra o vereador autor. Vereador Ademar Miashita: Boa noite senhor presidente, boa noite nobres vereadores, boa noite a mesa, é funcionários, é e população em geral. É, esse requerimento aqui, é com relação a estrada do Conchal Branco – Votupoca que encontra-se em situação bem precária, é, estamos aqui diante de uma situação que pelo que consta a prefeitura esta fazendo um levantamento com relação a valores pra se fechar um certame com uma empresa, né através de uma licitação, e pra que seja realizado uma obra de tapa buraco, isso é a informação que chegou até mim. Diante disso, diante do exposto, tive algumas tratativas, né, com o senhor Joaquim Rigota, do Município de Eldorado, que é proprietário do porto de areia localizado no bairro Ilha Rasa, em Eldorado. É, uma empresa na qual usa muito nossa estrada aqui e existe uma lei municipal de 2009, que proíbe o tráfego de caminhões articulados de caminhões de areia naquela estrada, né e uma vez que posta em vigor a fiscalização, né, nem sempre é cumprida pelas autoridades. E o que nos resta, é, a gente tem que prezar pela conservação primeiramente da estrada, né, pra que se tenha qualidade e segurança e temos, é esse obstáculo a ser é, passado, por que uma vez que proibimos, fazendo valer a lei, é cito isso por que ela é uma lei que visa a conservação daquela estrada, pra que não se deteriore rapidamente, mas, temos também que a fiscalização por parte do policiamento ela é um pouco, vamos se dizer, é, fraca, ela é fragilizada, ela não consegue ser feita com uma intensidade com a qual nós gostaríamos que fosse. Até mesmo pela quantidade de carros que nós temos da polícia militar, então fica bem difícil à fiscalização daquele trecho. Diante disso, é, eu e o vereador Claudemir, é, fomos até o porto de areia conversar com o proprietário daquela empresa para que o mesmo, é viabilizasse economicamente, é material pra que nós fizéssemos o tapa buraco, né, resolvendo, vamos se dizer, paliativamente por que existem situações ali que é necessário fazer além de tapa buraco, a substituição da parte do subsolo. Temos muito problema de infiltração, drenagem. Mas pro paliativo, o proprietário, lá ele se propôs a nos ajudar com recursos financeiros, e o requerimento aqui esta pedindo pra que a prefeitura nos informe a que pé esta o andamento deste processo uma vez que já foi dito aqui na tribuna, é que o Município tem as suas dificuldades e deficiências, ai, financeiras. E quando nós temos, aí, ajuda, né, a, benevolência por parte do empresários nós não devemos descartar. Nós devemos sim, é, unir forças, se aliar a ele pra que o mesmo nos ajude com relação a desonerar os cofre público, é neste sentido que peço essas informações. E conto com a compreensão de todos aqui. Muito obrigado. Presidente: Renan Fudalli Martins: Requerimento em discussão, caso algum vereador queira fazer uso da palavra. Não havendo. Só, só pra usar a palavra. Foi feito a licitação hoje, acho que provavelmente essa semana ou semana que vem, começa a realizar a operação tapa buraco ali naquela estrada, a rodovia Mario Hanashiro, né, na estrada do Conchal Branco que dá acesso a Cidade de Eldorado. Então, provavelmente eu vou falar que seja pra semana que vem, vereador. Eu cheguei lá e me informaram que hoje foi feita a licitação, pra contratação de uma empresa pra tá fazendo a operação tapa buraco. A questão da lei, vereador, até acho que o nobre vereador Claudemir José Marques, não sei se ele tá lembrado, a gente questionou até a polícia militar que seria uma parceira pra tá fiscalizando, autuando, esse, essa movimentação de carretas de areia, mas, ai veio um policial, amigo nosso, o Felipe, ele falou que pela lei, não tem nem como ele multar, por que a lei que foi elaborada em 2009, se eu não, caso, salvo engano, 2009, eu acho que o vereador falou, né, eu acho que foi isso mesmo. É foi mal elaborada, não tem embasamento, não tem aonde ele se apegar pra tá notificando os, os condutores dos veículos articulados. E aí, o que a gente pode tá fazendo é uma lei pra, estudando uma lei pra tá criando ali, e ai sim, tá notificando, e ai em parceria com a militar ou, por que vai ter que contratar alguém, eu penso assim, que eu vejo, uma guarda civil, aqui, ou uma guarda municipal, teria que ter um guarda, um guarda municipal, no caso. É este é o meu ver. Por que até o próprio policial na reunião de Comissão de estradas do ano passado, ele falou isso aí, que não tem como ele multar os condutores, e é isso que a gente tem que tá tentando melhorar essa lei eu acho. Eu acho que a gente tem que sentar, ver o que pode ser, estudar no Código de trânsito também, pra eu tá notificando esses condutores de veículos, que são esses carreteiros que transportam areia que estão acabando com os veículos, por que se não, também vai ter que multar as carretas de bananas e o nosso município depende da banana pra, que é o fomento do nosso comércio, da cidade, né, e era mais isso vereador, só informando que vai sair sim, em breve sai. É, solicito ao segundo secretário, ah, desculpa. Votação. Coloco o requerimento em votação. Quem estiver de acordo permaneça sentado, contrários em pé. Aprovado por unanimidade. Solicito ao 2° Secretário que faça a leitura do requerimento n° 29/2017, do vereador Fabiano Nabor de Almeida. Secretário vereador Robson de Sá Leite: * Requerimento n.º 029/2017 - Requeiro à Mesa, ouvido o douto plenário, observadas as formalidades regimentais, que seja oficiado o Senhor Dean Alves Martins, DD. Prefeito Municipal de Sete Barras, solicitando na possibilidade de se implantar uma Ouvidoria na Unidade de Pronto Atendimento, criando assim um canal permanente de comunicação entre o usuário de Serviço Público e aquela unidade de saúde, para um rápido recebimento de manifestações diversas, tais como reclamações, sugestões, reivindicação, elogios e denuncia. Justificativa: Autoria: FABIANO NABOR DE ALMEIDA. Vereador Fabiano Nabor de Almeida: Boa noite a todos os senhores e senhoras. Muito obrigado pela presença. Boa noite, nobres vereadores, boa noite a mesa, senhor presidente, funcionários da casa. Eu tô fazendo esse requerimento, por que eu acho uma ferramenta muito importante, tanto pra população, quanto pra administração, por que? Eu vejo muita gente falando nas redes sociais, “ah, meu filho foi mal atendido no hospital ontem!”, “O médico não quis analisar o exame, por que o outro médico que pediu”. Eu acho o seguinte, se tiver o canal, é, a, direto com a administração. A pessoa vai poder ligar lá, vai fazer a reclamação tal, e o secretário vai poder analisar, ver realmente aquele, aquele, aquele cidadão que tá precisando. Então o povo vai ter um canal direto com a administração por isso. E no segundo ponto a administração vai ver aonde tá tendo mais reclamação. “Oh, tô vendo muito dessa enfermeira.” “Tô vendo muito dessa atendente.” Então, vai fazer um estudo que vai poder avaliar melhor seus funcionários, de que maneira que o hospital tá acontecendo. Eu fui atendido no hospital semana passada três vezes, e fui muito bem atendido, graças a Deus, e muito obrigado. Mas, eu acredito que tem pessoas falando a verdade, que foram mal atendidas. Então, eu acho que isso é uma ferramenta, boa pra população e boa também pra administração pública pra depois pode fazer uma estatística, ver e elogio também, a pessoa vai ligar, lá e vai dizer, “o médico fulano de tal é um médico muito bom”, “o médico fulano de tal é bom e tal”. Amanhã ou depois a prefeitura se precisar dobrar o plantão de algum médico, e tal, vai valorizar esse médico que tá sendo elogiado pela população, e também deixar de lado o médico que tá tendo várias reclamações, isso é bom pra população ser bem atendida e pro município fazer um estudo, com o tempo pra poder tomar as decisões. Eu peço a colaboração dos colegas pra que aprovem, por que eu acho muito bom tanto pra população como pra administração pública. Presidente: Renan Fudalli Martins: Requerimento em discussão, caso algum vereador queira fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Ademar. Vereador Ademar Miashita: Nobre vereador Fabiano, uma boa ideia, é, eu acredito que tudo que torna é a, as partes, né, com uma comunicação, uma linha de comunicação melhor, mais afinadas, isso daí mostra sinal de progresso em qualquer setor, diria o mesmo também, que outros setor, temos aí, o transportes, temos aí problemas de estradas rurais, né, problema na educação, que se tivesse uma linha de direta assim. Concordo com esse requerimento, sim, ele é muito importante e gostaria que nós, a mesa pudéssemos debater um pouco mais sobre a questão aqui, que todos aqui se empenhassem em questionar mais tanto os meus requerimentos, como o do Fabiano, também, que nós estamos aqui pra defender, né Fabiano? Nós estamos aqui pra poder estar dando explicações daquilo que nós requeremos. Então com relação a essa criação é eu gostaria de saber do senhor nobre vereador se existe uma, uma, um questionamento simples tá pertinente a questão da dotação orçamentária , se já foi visto se o município tem como, ou tem que contratar alguém pra exercer essa função. Por favor. Vereador Fabiano Nabor de Almeida: Esclarecendo, eu acho que o município pode até ter funcionário lá, já que exerce outra função. Eu fui lá no hospital, e tinha três pessoas pra fazer a ficha do meu filho pra ser atendido, uma dessas três podiam estar no telefone ali, não vai passar o dia inteiro atendendo reclamações, pode estar ali atendendo quem chega, no hospital ali, e quando houver telefone, vai atender o telefone e voltar. Por que com toda certeza, não vai ter ligações, por exemplo cem ligações por hora lá, vai ser 10, 15, 20 ligações no dia. É lógico que, eu acho que nem precisa de dotação orçamentária, pois o próprio atendente do balcão ele pode fazer isso. E se for pensar em gasto, tudo podia se fazer até de uma outra maneira, que eu já vi no hospital de Registro. Uma fichinha da Prefeitura, timbrado e tal, a pessoa escreve o que pensa e quer e deposita numa caixinha. Agora o secretário da saúde, o diretor do hospital, tal, esses já recebem pra isso. Eles tem que ler lá... Presidente: Renan Fudalli Martins: Já deu um minuto do aparte. Mas pode concluir sua fala. Vereador Fabiano Nabor de Almeida: Só pra concluir, já recebem pra isso e é de interesse dele a melhoria, é melhor o serviço público que é lógico não teria nenhum custo pro Município. Presidente: Renan Fudalli Martins: Vereador Ademar, encerrou? Vereador Ademar Miashita: Eu só gostaria assim de pontuar, que nós temos aqui diversas, né, diversas, questionamentos, com relação a melhoria de todo serviço prestado, pelo, pela, nós da câmara também temos o dever, né, de buscar o aperfeiçoamento junto com a prefeitura, é  esse questionamento eu faço, mas, seria como assim, no horário integral, ou apenas durante o dia. É, vinte e quatro horas, ah, sim, horário comercial. A gente vendo dessa parte assim, eu acredito que esse canal de ouvidoria ele teria como a intenção de responder prontamente ou acatar e depois de um período passar a responder. Discutindo. Vereador Fabiano Nabor de Almeida: Eu respondo todas as perguntas. Com todo o prazer, mas eu sei que tem o regimento interno, mas por mim eu ficaria aqui a noite inteira se for o caso respondendo com todo prazer. Mas é que não tá no regimento e ele já estão, tá. Mas, eu fico. Vereador Ademar Miashita: Ok. Obrigado. Presidente Renan Fudalli Martins: É, eu coloco o requerimento em discussão, algum vereador queira fazer o uso da palavra, não havendo. Eu só ia usar um minutinho, dos cinco minutos. Requerimento muito legal vereador, de extrema importância, eu acho que o povo tem que ter esse, essa ouvidoria, mas, mais aqui se tá, vossa excelência tá fazendo um questionamento pro executivo pra ver a possibilidade de implantação e aí a gente pode tá sentando depois com o prefeito ou Responsável, pela, quem vai criar, seria o que tá falando sobre isso de uma fazer uma linha direta aí com a população e até se quiser usar o minuto da, da eu cedo o aparte pro vereador. Vereador Fabiano Nabor de Almeida: Obrigado, eu penso assim: dotação orçamentária e tal, é a própria Prefeitura que vai tá fazendo este estudo se é viável ou não, agora eu penso que não tem gastos, pois a pessoa que tá lá atendendo no horário comercial, pode tá atende o telefone e anota, lógico tem programas de computador pra depois responder as perguntas e tudo mais. Então eu só vejo como coisa boa. Dá pra ampliar pro posto de saúde, pro transporte, como o nobre vereador tá falando, a gente tem que dá inicio, a gente não pode tá em tudo, mas pra começar, a saúde, deu certo, tudo que deu certo, ampliar pra todas as áreas, entendeu, a gente tem que ter o inicio e é isso. Muito obrigado. Presidente Renan Fudalli Martins: Vereador Ademar, quer um aparte, também vereador. Eu cedo o aparte para excelência aí dá para fazer aquele bate bola que vocês queriam fazer. Vereador Ademar Miashita: Obrigado, Vereador é presidente da Câmara, eu agradeço muito, porque na verdade, é do meu perfil tá questionando também né porque nós temos aqui que ter todos os cuidados e vejo que vossa excelência também tem essa preocupação, né, mas, tá de parabéns, é uma ideia que nós podemos estender, existe até ideias de munícipes, aqui, aquela pessoa que tá bem ligado à gente, também de se criar, aquela como eu estou dirigindo, né, aos funcionários, acho que quem trabalha na prefeitura, eles têm ter uma responsabilidade, responder pelos seus atos, também, enquanto estão exercendo as suas funções, seja motorista de ônibus, de ambulância né então nós deveremos também pensar em criar uma linha de ouvidoria né nesse sentido como estou dirigindo né Porque qualquer abuso por parte desse funcionário no exercer de sua função pode ser também é feita comunicação direta com o chefe de setor e tudo mais, mas brilhante ideia, gosto muito disso aí. Presidente Renan Fudalli Martins: Então, eu acho que é plausível, Vereador, parabéns e se, se depender do meu voto, sou favorável, sim! É interessante. Só que também, queria deixar claro porque, assim, a gente vê muito no Facebook, né, um vereador citou Facebook, esses dias atrás teve uma que fala acho que ele falou que o mal atendida tal fez um texto enorme, concordo se ela foi mal atendido, ela tem o direito de reclamar, eu concordo com ela só que eu acho que a maioria das pessoas ela vai lá no Facebook solta aquele texto enorme, mas, é, aquele texto poderia fazer o texto e  duas vias encaminhando para secretária da saúde, do departamento responsável e tão notificando o secretário. Ele vai ser obrigado a responder ao cidadão ali, também poderia né, tem tá errado, tá errado quem tratou mal, mas, poderia também, é cobrado do secretário ou cobrado de algum Vereador, aqui, ó, encaminha ofício. Hoje, a gente pode ir, eu fui questionar o que que aconteceu, tal, mas, também pode tá cobrando do secretário Responsável pelo departamento, porque a pessoa tem, ela ficou lá, escrever um texto muito grande, mas, ela não poderia só imprimir. Eu pedi para logo imprimir notifica protocolo na prefeitura ou no departamento responsável e cobra porque aí vai ser o secretário, vai ter que tomar providência, se for funcionário que realmente tratou mal, ou não, temos excelentes funcionários. Às vezes acontece de ter um, né, até queria que, eu, fazer, eu tô para fazer uma indicação, ou requerimento pedindo um curso de humanização pra, na saúde, ou outros, é mais na saúde, voltado para a saúde, né, não é porque a pessoa vai na saúde ele vai no, no pronto-socorro, na UBS, nos potinhos de saúde e ela vai para se tratar, ela já vai naquele momento, meio delicado então às vezes a pessoa tem aquele pessoa que tem a capacitação de Humanização e ela vai e sente mais à vontade, mas, é isso Vereador. Se depender do meu voto sou favorável, sim. E coloco o requerimento em votação. Quem estiver de acordo permaneçam sentados, contrários em pé. Aprovado por unanimidade. Os requerimentos aprovados serão oficiados conforme requerido. Tribuna Livre- Uso da palavra livre aos vereadores. Encerrando o expediente conforme dispõe o artigo 193 do regimento interno da Câmara Municipal deixo o uso da palavra na Tribuna aos vereadores que queiram fazer o uso pelo prazo de 15 minutos com o tema livre. Com a palavra o vereador Claudemir. Vereador Claudemir José Marques: Primeiramente, boa noite, em especial a população presente que nos acompanha. Naturalmente, vereadores colegas da casa, mesa diretora, funcionários. Tenho quinze minutos pra tentar passar Cinco Folhas de trabalhos do que foi a minha função durante a semana como Vereador, mas, sempre sou detalhista, e talvez não conclua mais uma vez o meu relato. Bom, primeiro eu queria até cumprimentar aqui a atuação dos colegas da casa numa extrema ousadia, de, positiva até de discutir com amplitude os processos, projetos, requerimento, dessa natureza eu acho que pode até quebrar o regimento da câmara, mas, que não haja mais, quebra de decoro parlamentar por discutir situações pertinentes que a sociedade muito bem ouviu a questão aí dos dois vereadores, aí, ah, senhor Ademar e Doutor Fabiano, aí fazendo uma discussão de um requerimento com a contribuição do presidente da casa. Isso é ótimo, então, cumprimentar essa ousadia positiva e que isto não quebra em hipótese alguma o regimento da casa, pode feri-lo, mas não é quebra de decoro parlamentar, é importante que isso até continue pelas próximas sessões. Queria também comentar de uma ação legislativa minha como vereador, né, em defesa, não que ela mereça, a palavra defesa pela questão da pena, mas, sim, pela , pelo dever do legislativo em auxiliar as 50 famílias que esperam e aguardo na entrega das casas. Então, a presença legislativa se deu para chamar a mídia, a reportagem da TV Tribuna, mas, a palavra é sempre do povo, nenhum vereador ali quis se aparecer, ou deu entrevista, eu acho que tem que ser assim a função legislativa, ela fica paralela e quem tem que aparecer de vez e de fato é a população. É para ela que nós legislamos é para ela que o gestor Municipal, faz sua administração. Queria então, parabenizar essa população são futuros proprietários que disseram simplesmente a verdade, quase 12 anos no aguardo dessas casas. Quero lembrar também, é, que a Prefeitura Municipal, não só esta administração, como a outra tem suas responsabilidades no caso. Pergunta que fiz lá atrás que faço hoje essas informações mais precisas talvez não precisasse da Mídia da TV Tribuna, mas se nem em reuniões ordinárias, naturalmente existe uma comissão de moradores, tem que existir, faz parte do projeto de habitação e isso se é passado, naturalmente no mínimo pelo secretário social ou às vezes até pelo próprio prefeito, mas, mais pelo secretário, então não quero aqui só não quero só responsabilizar o CDHU, mas como também deixar a situações de culpa do mudar do poder público, é, local, executivo, tanto na gestão passada, mais ainda na gestão passada né 12 anos na administração mas essa também é respinga suas culpas. Quero dizer que o processo não se encerrou, tem ainda um encontro na primeira semana de abril com a defensoria pública, falta doutor Toshio, foi adiada a reunião da semana passada ele pediu para se iniciar, a agenda dele estava lotada, ele pediu para só prorrogar por uma semana, então, nós é lógico, entendemos então agora na primeira semana te vejo famílias aqui deixa até o convite e a informação, é na verdade é uma solicitação das famílias e muito pronto foi o atendimento do Doutor Toshio, e para semana que vem o primeiro, ou segundo dia e de Abril é, vai ter essa reunião com o doutor Toshio é, aí sim a presença do judiciário, né, temos aí fatores nesse processo entre prefeitura e o CDHU, a mídia, TV Tribuna e agora a parte mais importante talvez que é o judiciário que sempre vem aqui enaltecer o trabalho do judiciário aqui do Vale do Ribeira, desde o fórum, desde a promotoria pública, desde defensoria pública federal e estadual e assim por diante. Estamos acompanhando o caso do dia 23 de Março quinta-feira 9 horas, reunião extraordinária para entidades, as entidades apresentarem titular e suplente para nova composição do CMDRS - Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, essa reunião se deu no Jardim Magário, após os nomes das indicações e isso Volta para a Prefeitura, é que tem um decreto executivo, após isso na primeira reunião, desses membros é que será escolhido a nova composição, o novo presidente, ou ela, mulher, também presidente desses CMDR. Que bom até que fosse uma mulher que nós nunca tivemos uma mulher sendo presidente do CMDR. No dia 23 de Março, quinta-feira estive na Defensoria Pública Federal para acompanhamento de processo de habitação rural, nada mais. No dia 24 de Março sexta-feira que horas aqui na Câmara a comissão nossa de saúde, educação, Assistência Social e Meio Ambiente composta pelos vereadores: presidente o Ítalo, o senhor Ademar o Vereador relator e eu como membro, na convocação da Secretária de Educação senhora Tânia Fudalli, para respostas referente a sua pasta, presente também o secretário de administração e Finanças Senhor Higino Rosa, pelo qual também agradecemos a presença, mas ela se estendeu para discutir educação, mas, é bom o secretário de administração, também pontuar aí suas opiniões. Fatos abordados: últimos acontecimentos, colisão de ônibus a presença desse ônibus no pátio por alguns dias da delegacia ou seja ele estava sem documentação, boletins de ocorrências foram feitos por Pais, crianças, alunos machucados é o relato, mais preciso e sincero do próprio boletim. A observação que nós fazemos é que as aulas iniciaram agora né, poucos, há poucos dias, semanas, meses, a nossa preocupação é no sentido de que se estamos começando o ano já tá já estamos tendo essas avarias nos ônibus, imagina só pra frente, então, é a preocupação pertinente da, mas de toda a câmara em apenas acompanhar não talvez alfinetar, apontar o dedo com o rigor, mas simplesmente ouvir o secretário, a secretária no caso, que foi e fazia as observações necessárias Por que a nossa função é a conduta Legislativa de fiscalização. Perguntas a secretária sobre a fiscalização se foi feita pela secretaria através do setor competente de fiscalização é eu coloquei que aconteceu isso, então deve ter uma resposta e isso signi, significa controle social, nada mais do que os vereadores daqui dessa condição quiseram ter com a secretária até porque para transparência né para opinião pública. Foram abordados, também questões como transporte via Kombi do seus atrasos, tá, quebra, quebra de veículos, com foto de registro de placa de uma série de situações que dizem ser a verdade, foi comentário também sobre a satisfação né principal da sociedade sobre o transporte municipal foi levantado o abordado situações desde o início de dois e nove quando entrou, entrou, né, entrou-se em nosso município essas empresas e foram abordados várias situações, eu tenho vários relatos aqui vou tentar ser rápido aqui. Foi discutido também a questão da amiga da escola, prefeitura fazer um impacto financeiro para ver se é possível um aumento para amiga da escola, já não é mais uma amiga da escola como preconiza ou determina a legislação, porque ela fica mais do que quatro horas, como dita a lei. Então, tem que ter um valor a maior, não só os 300, como hoje e recebe, mais é um impacto financeiro Prefeitura vai dizer o que não pode conceder isso. Foi falado sobre o processo licitatório no caso que se deu no passado. O ônibus do Votupoca sem freio, mudanças desses alunos na própria base aqui é contraditório a condução às vezes excessiva de motoristas não parando literal o ônibus, para pegar as crianças, reclamações de pais, diversos bairros com relação a isso. A questão de um pai lá no bairro Nazaré seu Arnaldo Nicolau transporte não tá chegando na sua casa e também já tá interligado com a questão das estradas, as parcerias que é possível se fazer, colocamos também a questão de contratar um empresa municipal, eu sempre questiona o porquê e tem que ser empresa de fora que vem sugar nosso, nosso dinheiro público senão uma empresa local, aí eu quero defender aqui a cooperativa de transporte escolar, criada já com seu CNPJ tudo em dia na onde senhor Dako é o presidente com 21 cooperados, enfim, vou não vou citar, eu só tenho cinco minutos mais, mas foi importante Sim a reunião com a secretária, foi bem, bem discutida levou se das 9 às 11:40 até ultrapassamos 10 minutos o horário do expediente da câmara, mas foi importante a gente discutir também a questão dos polos industrial, porque todos os alunos têm que vir para cidade. O conflito que se dá dentro do ônibus, passageiro junto com aluno não se deve é claro, mas, isso se deve de longa data, questões de criar mais um polo que possa, possa abranger mais oito bairros. Aí, vou citar mais oito bairros, aí vou citar ali: Descalvado, Areado, Itaguá, com saída para Canela Parda, quem conhece aí o Formoso tem uma saída que dá acesso a Itaguá. Uma discussão antiga nossa, já, isso tem que ser melhor clareado e abordado, enfim, eu vou até parar aqui senão não consigo prosseguir com outros informes, mas, foi importante a presença da Secretária eu acho que algumas tratativas, a melhoria na na na alimentação escolar. Valorizar o produto nosso sazonal, sazonal aqui da nossa região como as Polpas de frutas, se formos hoje lá na AUDAF veremos lá jussara foi processado hoje do fruto da jussara. A polpa do Senhor Elton, do maracujá, Elton, lá do lado do colchão Preto, o freezer tá cheio, aquilo vai pra escola se os senhores verem isso na merenda escolar isso é um trabalho da sociedade civil. não trabalho da cooperativa que pressiona, coloca no edital, que dialoga com a nutricionista para ver o valor nutricional, que importante produto mais saudável, direto do produtor, ver uma série de situações que vem se discutindo de longa data e os municípios estão abraçando isso, e tem que abraçar por quê não é empresa de fora, não é máfia, não é 10% que corre, a gente sabe que se esconde, que esses contratos na sua maioria são fraudulentos, com cooperativa não existe isso, não existe máfia, malandragem, corrupção, coisa desse gênero. 10 ou mais por cento, agente sabe que esses contratos que são feitos em muitos municípios, eles tendênciam, quando é um patrão só, sempre tem aí as vantagens que se levam prefeitos, prefeitas, deputado, e enfim a gente vê isso na mídia e pela imprensa notificando e noticiando direto, diariamente. No dia 24, dois minutos e quarenta segundos, 24 de Março sexta-feira quero falar desse encontro, não vou ter tempo, mas, eu queria falar eu estive ausente, mas é um trabalho nosso, legislativo, no dia 24 uma sexta feira à tarde, às 15:00 horas, teve reunião com o Prefeito Municipal, vereadores, vou citar alguns aqui Vereador Roberto, Emerson, Renan, desculpe não sei se tinha, mais vereadores, os três vereadores ausentes aqui o Vereador Claudemir, Ademar, Vereador Ítalo, né, Nós tinhamos reunião da comissão Nossa de câmara, justamente às 16:00 horas, inviável, impossível estar lá, estarmos lá às 15:00 horas, é uma provocação Nossa, até para cooperar para Associação local e aí valorizar o trabalho da sociedade civil, sociedade civil, através de seu presidente através do senhor William Daniel Martins, fez o chamamento a convocação do prefeito que foram vereadores também ótimo, teve pessoas da cidade, do bairro formoso da Associação para discutir coisas nós colocamos apenas cinco coisas, lá, e nós discutimos em duas reuniões o que nós iriamos abordar com prefeito, não adianta colocar 10, 15 pontos que não será satisfatório o encaminhamento colocamos a questão do: PSF, ESF, a volta a briga nossa antiga, já foi pro judiciário, do PSF, ou ESF, na área rural, foi falado de alteração de horário de ônibus, passageiro com estudante, horário de ônibus só de passageiros, e só de estudantes. Só de passageiro alterado. Sem a consulta popular. Não foi ouvido principal ator envolvido que é o povo que usa o transporte. Foi falado também sobre saneamento básico parceria convênio, foi falado sobre permanecer das escolas no meio Rural, esse ano já foi fechado a do bairro Edel, tava para ser fechada escola do Alto Guapiruvu. Houve uma intervenção da comunidade, teve reunião com secretário, com a secretária, o prefeito foi falar um pouco disso lá também. É isso é importante né o debate a discussão entre a sociedade  e o poder público, mas, infelizmente ela é provocada pela sociedade o poder público não dialoga, não discuti isso. Isso, é uma pena, aí precisa sociedade  marcar um encontro para abordar assuntos extrema relevância se foi discutido também o quinto ponto. A questão das estradas, um recurso do Banco Mundial, recurso que a comunidade conquistou de r$ 342.000,00, que a administração passada brincou com isso, o dinheiro vai ter que devolver, o Tribunal de contas aponta a isso infelizmente 3 segundos agradeço Atenção senhores e senhoras obrigado boa noite. Presidente Renan Fudalli Martins: Tribuna Livre, algum Vereador queira fazer o uso da palavra. Com a palavra o Vereador Ademar. Vereador Ademar Miashita: Mais uma vez, boa noite senhores. É, gostaria de passar aqui algumas atividades que foram realizadas por mim na semana passada até o presente, na quarta-feira estive, lá no bairro do Ipiranga e Nazaré, infelizmente por motivos aí de tempos e reuniões, também marcadas aqui na cidade é com os membros da sociedade civil, então, eu não pude me estender muito no bairro e pude notar, lá naquele bairro principalmente no Nazaré que estando com dificuldades com relação a estrada, nós temos linhas de bueiro lá se abrindo devido à quantidade de chuvas e nós pretendemos aí tá informando, né, toda a parte de informação pra prefeitura, tá passando, foi, é comentado isso daqui e e também atendendo à munícipes locais no intuito de fazer esse intermédio, né. Aí, é, isso foi na quarta feira 22, no dia 24 na sexta-feira pela manhã, Recebemos a secretária Tânia Maria Fudalli Florêncio e o secretário Higino Rosa, para que os mesmos Viessem a esclarecer perante a comissão de educação, dúvidas relativas transporte escolar realizado em nosso município, da qual foi plausível atitude da secretária vir até a nossa, a essa casa de leis e tá aí e respondendo a perguntas pertinentes com relação ao questionamento, no texto também existe uma grande intenção de se fazer o melhor pelo Município, eu acredito que é um trabalho sério, e e o foi uma conversa bastante proveitosa. É, nós temos aí graves problemas relacionados à segurança, qualidade com relação aos alunos, eu falo isso daí porque no município aonde o orçamento aqui passa um pouco mais de 30 milhões, e você gastar por mês 300, 300 e poucos mil por mês, esse esse mês por exemplo de Março, senhores, vai ser um mês bem tumultuado pra parte financeira do município porque são vários dias de aula, né, vários dias letivos, né. Então nós pegamos um mês cheio, a prefeitura, logicamente, a empresa passa o relatório de dias, né, é feito, realizado o transporte e a prefeitura se comparado ao mês anterior de fevereiro, que teve o início das aulas paralisação carnaval, o mês é curto, a prefeitura ela consegue, ela conseguiu pagar essas contas, conta do mês de fevereiro, tudo bem, mas chega no mês de março já Começa a complicar, porque o mês, né, com mais dias, então, percebesse que vai passar dos r$ 300.000,00, por que que eu chamo a atenção pro valor, o valor do transporte perante ao orçamento que nós temos aqui no município é uma das, é uma das maiores, vou te dizer, não é nem valo, é ralo mesmo, saída de dinheiro, é aonde o dinheiro vai e acaba pra, onerando muito, né, onerando muito as finanças do Município, então eu acredito que o nosso trabalho aqui é de alertar com relação a fiscalização a essas empresas, é, principalmente do setor de transporte, é pra que a mesma preste um serviço de qualidade para que a mesma faça o seu papel, né, levando e trazendo os alunos da Rede municipal e estadual. Então, essa conversa, eu acredito que pelo o que foi conversado é a primeira de algumas que virão são rodadas de conversa, né, a secretária se dispôs a estar nos atendendo e nós como vereadores, o Vereador Ítalo também está aqui, participamos e vamos cobrar isso, né. É uma parte importante para o nosso município, né. É, ali na sexta-feira foi convidado também pela COOPAFASB, para assembleia geral ordinária que aconteceu na Casa do Agricultor no Jardim Magário, foi uma reunião da qual estavam presentes atual o secretário Cláudio garrafão da Agricultura, o Claudemir, também apareceu lá, tava o seu Gilberto, o Marcelo Fukunaga, então, nós, eu fiquei muito feliz, assim de tá participando, e tá entendendo como que é o funcionamento da cooperativa, né, mesmo porque é a primeira Assembleia que eu fui participar, né. Então, eu eu vi a pauta, eu achei interessante eles apresentaram um problema lá na qual, esse programa é um passo importante para a transparência das contas de gestão, ali da da cooperativa e eu fiquei assim bastante admirado, Por que esse esse software, né, que esta gerenciando o sistema ali, ele apresenta vários recursos inclusive se se surge uma dúvida lá do cooperado com relação a um pagamento pra terceiro, ele pode questionar e na hora entrando no programa aparece até o cheque que foi dado, sabe, a cópia do cheque. Então eu achei muito bom, achei de grande valia isso aí do ponto de vista da transparência de Gestão. Na pauta tinha relatório de gestão, relatório financeiro, eles gerenciam as sobras de recursos, né, as sobra que todo cooperado paga ali pra pra, logística, para o custo administrativo tudo e quando tem sobra é no, nos finais de ano aí eles discutem essas sobras aí. Achei bacana, isso daí também. É tudo muito transparente. E fizeram também a renovação do conselho fiscal, né eu achei que tem bastantes jovens que se interessam, a população tá de parabéns porque ali é um exemplo de que não nos devemos omitir com relação à ocupação de cargo de posições, né, pessoas jovens interessadas em representar e isso daí, é, caracteriza um ponto muito favorável, né, para cooperativa, então, fico agradecido pelo convite. Aí no sábado tive, é, fui fazer uma visita ali para o lado do Votupoca, já passei na Raposa, temos também que chama atenção para o para o mutirão que nós começamos, e por adiamento de chuvas, devemos terminar também, os buracos aqui estavam, estão ainda, né, abertos precisamos jogar o material lá tá causando transtorno, é e esse daí é um pedido até do pessoal que participou do mutirão lá, do qual acabei encontrando com algum deles, né, tivemos também aí voltando na questão da cooperativa, na tv Tribuna, sábado, eu acho que alguns dos Senhores viram no Programa Rota do Sol, né. Ela mostrou a cidade de Miracatu, mas mostrou mais eles deram ênfase no sistema de cooperativa mesmo, né, o presidente aqui da nossa, lá da COOPAFASB, o coordenador, eu não sei como é titulado, ele esteve dando seu depoimento lá eu achei bacana aquilo ali é um trabalho que que é árduo, eu acho que tem que ter a participação Porque sem ela não é possível gerir um negócio coletivo, né, a empresa é para todos, né, aí o domínio da questão de gestão transparente, né, ser solidário essas coisas é mais exigido, então, tá de parabéns mais uma vez a cooperativa. E, bom aí na segunda, que foi ontem nós tivemos também uma reunião no bairro Raposa no período noturno que lá eles também se reúnem, tem umas reuniões Ordinárias, que acontecem periodicamente, estive com o vereador Claudemir e fomos anotar, eles tem o calendário do bairro acredito que seja Associação mais antiga do nosso município com data de fundação de 1953. Hoje é uma associação que ela não está fazendo, ela não está formalizada, né formalizada no sentido assim, não está se fazendo a ata de reunião aquela coisa toda que tem uma associação, mas é diferente de muitas que se fazem reuniões periódica é uma associação que tem bastante associados, isso daí tem vida, então gostaria de agradecer o convite do pessoal lá, né. E também propor, né a nossa parte, é, e a minha parte como vereador pra tá atendendo aquele pessoal lá da Raposa também, em suas demandas rotineiras, né. Então, o que nós podemos fazer, estamos à disposição. É isso aí muito obrigado. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: O uso da palavra livre, o vereador que queira fazer o uso da palavra. Com a palavra o vereador Beto. Vereador Roberto Aparecido Pedro: Boa noite senhor presidente, componentes que compõem a mesa, funcionários aqui da casa de leis, né, nobres vereadores, também meu boa noite e a todos munícipes presente aqui à essa sessão ordinária. A gente fica muito contente em ver aqui a presença dos munícipes, porque aqui os munícipes estão vendo aqui o desempenho de cada Vereador. Né, a luta de cada Vereador, e a gente esta vendo, os vereadores um corre para um lado, o outro para outro lado e assim por diante, também a gente tem aqui andado muito aqui na zona rural, vendo aqui as demandas do nosso município. Até inclusive inda na sexta-feira eu estive conversando com o prefeito, e tivemos boa notícia também, né só, daquela Ponte do bairro lambari, ali aonde se encontra já por 6 anos, né, aquela ponte ali em abandono, e onde o prefeito deu uma boa notícia, né, dizendo que a madeira já foi comprada. Até inclusive chegou ontem a madeira já está em nosso Município. Madeira ali, pra nós fazermos aquela ponte do bairro do Lambari. Aonde é uma preocupação muito grande também, é devido os moradores que mora para outro lado do rio é aquela ponte em péssimas condições tá perigoso em passar ali naquela ponte, inclusive muito passam de carro ainda, na situação que está ainda estão passando de carro, então, é a segundo disse o prefeito, né mais ou menos pro mês de abril mais ou menos vai começar a fazer aquela ponte do bairro do lambari. E também foi alugado um rolo compactador para as estradas também porque esse tempo nosso, a gente não tem como debater contra a natureza. Quem manda é Deus, e nós temos que obedecer. Mas, nós vamos é devida assim o tempo muitas vezes é feito algum tapa buraco emergencial, devido à chuva pesada né novamente volta a formar aquele buraco novamente, então, fica difícil, mais agora melhorando o tempo entrando o inverno, vai dar, né. Um tempo pra que seja arrumado, né. Que seja arrumado as estradas, devido a esse rolo compactador, aqui vai ser muito bom porque ontem foi né fazer o serviço nas estradas da zonas rurais e vai passando o seu rolo compactador aí para compactar é para deixar plano, bem do jeito que não venha a ser as estradas, é fiquem em péssimas condições, né, também estive na semana passada, semana retrasada, é Dois Irmãos, né, e esta semana estive no Dois Irmãozinhos, até inclusive eu falei aqui sobre a ponte ali do bairro Dois irmãozinhos, uma ponte, também que tem acesso há várias pessoas, aonde também já está sendo resolvido ali a demanda Inclusive a ser feito mutirão também ali para ser arrumar aquela ponte também né para que os moradores fiquem mais um pouco tranquilo, né. É estive também lá no Guapiruvu no dia 24, como o nobre vereador já disse, juntamente com o prefeito, secretário, o vereador Renan, o vereador Emerson, né, estivemos ali atendendo também aquela demanda, ali do povo naquele barracão da associação, aonde foi abordado cinco itens, né, como já disse o vereador. O vereador já disse foi abordado sobre o transporte, estradas e pontes, postos de saúde, escolas e saneamento básico, né, esses cinco pontos que foram abordados, ali no Bairro Guapiruvu. Até inclusive, dois pontos desse aqui foram até resolvidos na mesma hora ali, né, devido a mudança de horário de ônibus, até o prefeito já resolveu na mesma hora ali, dois pontos que foram resolvidos, né. Ali no Bairro Guapiruvu no dia 24, onde estivemos ali. Também sobre aquele mutirão no bairro Raposa, depois da chuva que deu no dia 4, que era pra nós estarmos ali, não foi possível, então estivemos conversando com os moradores do bairro lá, e a gente já esta vendo aqui uma data para organizar outro mutirão, né pra dar sequencia ao serviço que foi parado né. Ainda agora essa semana conversamos com o morador dali, o rapaz, o morador de bairro ali, eu esqueço o nome do morador do bairro ali. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: Cede um aparte vereador.  Vereador Roberto Aparecido Pedro: Sim. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: Só lembrando que, acho que no final da semana passada não teve o mutirão no bairro Raposa, mas o pessoal, as máquinas estavam ali na estrada do Raposa assentando uma linha de tubo, jogando algumas pedras no bairro da Raposa, não deixando, mesmo sem fazer o mutirão deu atenção ao Bairro. Só mais isso, obrigado vereador. Vereador Roberto Aparecido Pedro: Assim, é que o mutirão seria feita a limpeza, mas no caso tava trabalhando nas estradas, né, vendo as tubulações e alguns pontos críticos. Tá certo. Então, não foi feito ali o mutirão sobre a limpeza das estradas, mas, foi feito alguns atendimentos também nas estradas dali do bairro do Raposa, também, né. É, sábado estive também no bairro Tibiriçá, também atendendo alguns moradores, algumas demandas, de ruas também, o qual a gente vai estar levando até o secretário de transportes o Luís, aonde, é eu creio que já esta até enjoado de tanto nós ligar lá, né. Mas, como toda vez que a gente liga lá, é somos muito bem atendido, né, a gente até, eu até tô brincando aqui né irmãos. Mas, ele tem nos atendido muito bem, a gente liga lá e ele nos atende, devido a demanda do povo, e procura atender instantaneamente, resolvendo a situação. Eu tenho que esta aqui agradecendo e parabenizando pelo trabalho do secretário Lú, pelo serviço que esta prestando ao nosso município, e algumas demandas aqui do bairro Tibiriçá. Voltando a falar também ao secretário que a gente vai tá tentando junto ao secretário estar resolvendo o problema ali. Ontem eu estive ali no bairro Votupoca, também, né, a pedido de alguns moradores do Bairro Votupoca, juntamente com o vereador Renan, onde estivemos ali em algumas casas, ouvindo as demandas dos moradores, estivemos na escola, também, do bairro Votupoca, atendendo as demandas da escola as 15:00 horas, na escola do bairro Votupoca, ontem. Então, estamos correndo, né é assim, no trecho é andando, e fazendo o possível pelo município, né. Até, inclusive, a gente vê aqui, os vereadores um vai pra um lado, o outro pro outro lado, e assim por diante. Então se todos nós arregaçarmos as mangas da camisa e andarmos juntos, vamos ver o sucesso do nosso município. E é isso que nós queremos ver, né. O nosso município crescendo a cada dia, né.  E esta aqui é a minha pronuncia eu agradeço a todos os munícipes presentes e fica convidado aqui todos pra próxima terça feira, se Deus assim nos permitir. Obrigado a todos. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: Uso da palavra livre aos vereadores, caso algum vereador queira fazer uso da palavra. Com a palavra o vereador Emerson. Vereador Emerson Ramos de Morais: Boa noite a população presente, os vereadores, a mesa, vou ser um pouco breve no meu discurso aqui, só pra também tá falando sobre, eu tive hoje, falando com Fernando da ELEKTRO, lá, em uma solicitação que vem de vários anos aí, entendeu, e essa semana, vão tá, levantar o que precisa lá na Vila Soares, é uma travessia entre a Vila Soares e a Vila São João, não sei se todos conhecem lá, mas, realmente é muito escuro mesmo, entendeu. Foi o pessoal da ELEKTRO lá à noite, é pra ver se realmente tinha ou não tinha luz. A discussão deles era que não tinha poste foi tirado foto, que tem poste, tem luz, mas, só que não funciona. E ontem a ELEKTRO estava lá, confirmando se tinha ou não tinha e então a ELEKTRO foi essa semana vai resolver esse problema. Eu fico feliz por que é uma cobrança que já vem de outros mandatos.  Passou pra esse mandato. Teve até requerimento hoje aqui, já teve requerimento meu. E, a ELEKTRO vai por, vai ver isso daí, assim, como fizeram aqui na cidade. E falar também sobre a corrida que teve aqui no sábado. Foi organizada pela seu Nelson, casa do amigo do idoso, evento muito bonito, muito lindo, que teve a participação de quase todo o Vale do Ribeira. Entendeu, a corrida principal quem ganhou foi, eu não posso falar que é um senhor, por que ele passou todo mundo, ele é de Registro, ele é coletor lá de Registro, e conversando com ele, ele chegou pra mim e falou que chegou de, e eu não sei onde foi a corrida, mas ele ganhou lá em Iporanga, trabalhou a noite, veio pra Sete Barras, e ganhou aqui e Jesus, se tivesse mais uma corrida ele ganhava também. E também quero falar que tive uma agenda junto com o vereador Edson e o Diretor de esporte Veco, estivemos lá em São Paulo, na secretaria de esporte, lazer e cultura, juntamente com o Riba que é assessor do Ricardo Izar – deputado federal, onde ele apresentou pra nós o Claudinho, o nome dele é Claudio, mas é mais conhecido como Claudinho, ele é assessor do Secretário de esporte, cultura e lazer, aonde ele falou sobre os projetos que tem lá, que não é muito divulgado, que eu acho também errado, projetos, tanto do governo federal, como do governo estadual que não divulgam esse projetos. E aonde, nós falamos sobre o campo de futebol society, pista de shate, e falando sobre o que precisa pra tá trazendo isso pra cá, é um dos dois, ou pista de shate ou campo de futebol society, aí, estamos conversando junto com o executivo, e o diretor de esportes pra ver o que que é melhor pro município. E logo vamos lá pra protocolar esse projeto, lá com o Claudinho, pra tá beneficiando Sete Barras. Então, to correndo atrás, entendeu o que nós podemos fazer tamos fazendo. Como é que fala, acho que o vereador também viu lá, falaram de um buraco, e já estão lá, jogando pedrisco, alguma coisa assim, e falei com o secretário Luís, do turismo, é do transporte, perdão, e ele falou que vai tá, quer ver se essa semana pra poder tá fazendo esse reparo lá. Só que o tempo não esta ajudando, entendeu, então não podemos cobrar muito. Então é isso aí, tamo correndo, fico feliz que os vereadores estão atuante, estão correndo, e é isso aí. Meu muito obrigado. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: Algum vereador que queira fazer uso da palavra. Não havendo o uso da palavra. Só, solicito ao vereador Beto que tome assento aqui na presidência, pra que eu possa fazer um minuto da minha fala. Presidente Roberto Aparecido Pedro: Com a palavra o vereador Renan. Vereador Renan Fudalli Martins: Boa noite a todos. Agradeço pela presença. Vereador Emerson Ramos de Morais: Senhor Presidente, cede aparte? Vereador Renan Fudalli Martins: Sim. Vereador Emerson Ramos de Morais: Só pra falar que na corrida o melhor colocado aqui da cidade de Sete Barras foi José Leite, mais conhecido como Pé de Ferro. Vereador Renan Fudalli Martins: É uma alegria saber que nosso amigo Pé de Ferro foi campeão dessa corrida, né, ah. Tem um representante aqui do Município, que é, ganhou essa corrida. E quero parabenizar também o pessoal da organização, seu Nelson do “Amigos da Vida”, a prefeitura, a diretoria de esportes que ajudou na organização, e essa casa que faz um trabalho cuidando de idosos, e se alguém queira conhecer, fica na estrada do sentido, passando um pouco da Mamparra, na entrada da estrada do Kacubo, ali, eles fazem um brilhante trabalho. Queria falar um pouco aqui da agenda, se eu falar vou repetir um pouco do que o vereador Beto falou, a gente teve no Guapiruvu, o vereador Claudemir falou, né, fui no Guapiruvu a pedido  do presidente da associação que veio fez um pedido a mim pra marcar uma reunião com o prefeito, no local lá, onde foi realizado na cooperativa, marcamos para o dia 24,  no período da tarde onde o prefeito geralmente faz esse, essa esse trajeto, toda sexta ele procura sair ir nos bairros da zona rural pra tá fiscalizando as estradas junto, é os vereadores fazem a fiscalização, mas ele também está vendo algumas estradas. Eu queria também falar, sei que já foi falado, né, vereador Beto, a questão das pontes. Lá aonde a gente, o prefeito esta lá, o vereador Emerson, o vereador Beto, e o secretário esta tomando as providências, eu estive lá, as madeiras da ponte do Lambari já estão na garagem, no pátio da garagem da prefeitura, provavelmente semana que vem também estará realizando a manutenção da ponte. Falar da, o vereador Beto já falou, foi contratado um rolo compactador, pra melhoria das estradas. Falar um pouco como o nobre vereador falou da CDHU, é culpando gestões passadas, gestão atual, eu não quero fazer defesa, por que eu não estou, eu estive junto com o secretário da assistência social o senhor Adriano, com o secretário de planejamento senhor Sérgio Muniz, e com o prefeito, a gente foi até o Moacir, Moacir Shirad, que é o superintendente do CDHU em São Paulo, e no mesmo dia a gente conversou com o Rafael Roda, que é o gerente regional, é até o que deu entrevista na TV Tribuna, e a gente foi lá, e eles assumiram, ele falou “Não, agora é com a gente, o que foi feito da prefeitura”, a única coisa que eles pediram para o prefeito é que os vereadores, fossem até o cartório pra que o cartório adiantasse a documentação, por que eles tem que adiantar a documentação, por que eles tem que fazer o levantamento e o documento estava no cartório. E hoje, precisei falar com o secretário de planejamento e coincidiu de ligar pra ele e ele estar junto ao prefeito no cartório de imóveis cobrando, solicitando agilidade no cartório, pra que mande esses documentos. Por que também eu acho injusto, vou fazer uma analise que não pode o pessoal que tem casa ganhar uma casa, não é ganhar, vai pagar, mais, tem que ter essa, esse, tramite o que eu encontro de gente que quer aquelas casas. “Oh, eu tô no aluguel, eu quero uma casa daquelas”, e vem um monte de reclamações que fulano tem casa, que beltrano tem casa, e tem que fazer essa parte também. Acho também interessante que poderia estar entregando pelo menos pra quem já tá tudo correto, tá entregando as casa. Estar adiantando. E eu vejo dessa atual administração vamos fechar três meses daqui alguns dias, eu vejo muito empenho, principalmente dessa questão das casas da CDHU. E eu falo por mim que acompanhei, eu fui em São Paulo, eu fui em Santos nos departamentos de CDHU. Ninguém quer segurar casa de ninguém, o que tá acontecendo é que o governo do estado e essa questão do cartório de imóveis. E a gente tá, tá tentando e tá cobrando o Rafael, que é o gerente regional, ele assumiu a pouco tempo. Eu acho que foi o vereador Emerson que esteve comigo o Prefeito estava no viva voz com o Rafael, e o prefeito cobrou na nossa frente, tava o vereador Emerson de testemunha, cobrou na nossa frente, ele explicou, explicou, quanto antes ele puder entregar, entre 15 de abril e, conforme ele falou na TV Tribuna. Então, a gente tem acompanhado isso, é aí, também falar um pouco que eu tenho visto, falaram, ontem eu estive com o  diretor geral aqui da casa o senhor Antonio, nosso amigo, de todos os vereadores aqui, e como nós estava, fomos até a câmara de Registro, para analisar conforme for, como eu falei que era vontade minha e submeti aos colegas que, a sessão on-line, pra ter uma sessão on-line que a gente já tá querendo implantar a ata eletrônica, né aí vai ter as câmaras aqui e aí vai uns equipamentos que é um pouco burocrático e a gente tá colocando a sessão on-line, pelo fato de até facilitar a compreensão, tá assistindo em casa, e tá acompanhando o seu vereador, o que acontece no seu município. Que aqui a gente é na verdade, vereador de todos né, então somos todos Setebarrense, não é pela quantidade de votos, não, né. A gente é vereador de todos, mas sempre tem aquele cara que vou votar naquele fulano, e eu quero ver como ele esta. Então, eu estive lá, até pra ver como funcionava e tá estudando, tem que fazer a aquisição dos equipamentos, até pra facilitar a questão, por que o nosso colega aqui Adelson esta filmando e depois, pra não ter esse trabalho de tá filmando e tá jogando, e a gente vai jogar direto lá essa sessão on-line. No começo vai ser é a ata eletrônica, outras câmeras e aí vai ver  um dispositivo pra tá implantando a sessão on-line, onde todos podem acompanhar de suas casas, essa é a nossa intenção. Então, a gente tá, tá tentando trabalhar fazer a questão da transparência, que sempre foi falado, acho que todo mundo vê esse discurso e é isso, a gente colocando a sessão on-line vai ter transparência vai ser, quem estiver lá, eu tenho muitos amigos nosso que tem família aqui, e foi pra Jaraguá do Sul, por falta de oportunidade, por falta de emprego, e quer assistir e vota aqui, as vezes ele vai, São Paulo, Sorocaba, em outras cidades. E agradecer aos funcionários: ao Toninho que tá vendo isso aí, a Alba, ao Leonardo, ao Anderson, ao Joso, a Darci, ao Doutor Jean, é eu não seu se esqueci de mais alguém, ao nosso motorista Marcelo, que a gente atenta muito durante as viagens a São Paulo na assembleia, né. Eu queria agradecer aos colaboradores da câmara que fazem um excelente trabalho, que da vez passada eu só elogiei o dr. Jean, mas, também tem os outros colegas aí, nossos parceiros desses quatro anos que vamos estar Deus quiser esses quatro anos, todos juntos e são parceiros nossos, e a gente, eu quero agradecer a eles pelo apoio dado a mim e a todos os vereadores, vamos se Deus quiser fazer um bom trabalho, pelo nosso município, e é isso eu agradeço mais uma vez a presença de todos e contem comigo pro que der e vier. Obrigado. Presidente Vereador Roberto Aparecido Pedro: Solicito ao vereador Renan para ocupar a cadeira da presidência. Presidente Vereador Renan Fudalli Martins: Encerramento: Não havendo mais nada a tratar, o senhor Presidente com a graça de Deus declarou encerrada a presente Sessão Ordinária. Para constar eu Emerson Ramos de Morais - Primeiro Secretário, mando lavrar a presente Ata que depois de lida, discutida e votada, vai pela Presidência e pelos Secretários assinada. Plenário Vereador Joaquim Idílio de Moraes, em 28 de março de 2017.

 

 

 

 

         

Renan Fudalli Martins

Presidente 

  Roberto Aparecido Pedro

Vice - Presidente

 

       Emerson Ramos de Morais

1.º Secretário

 

       Robson de Sá Leite

     2.° Secretário